Saiba como uma indústria goiana começou a economizar de verdade com o Simer Energia Injetada.

O que era pra ser o início de um sonho… deu tudo errado. Foi o que pareceu acontecer quando uma indústria do ramo alimentício com mais 20 anos no mercado, referência em produção de carne suína em Goiás, decidiu construir uma usina de geração de energia solar para gerar economia significativa na despesa com energia elétrica e fortalecer sua missão sustentável.


O esperado e amplamente difundido no mercado é que com a instalação de placas solares a fatura de energia reduziria drasticamente, retornando em pouco tempo o investimento feito ao mesmo tempo em que utiliza energia de fonte limpa e renovável reduzindo a emissão de CO2.


Para a indústria não foi assim que aconteceu e vamos te contar exatamente o porquê.

Entre o processo de contratação e a conclusão do projeto da usina de geração de energia com placas solares a empresa seguiu em plena expansão. E nessa expansão, naturalmente, também aumentou seu maquinário e fizeram a troca de alguns equipamentos. Isso significa que a planta elétrica da empresa teve aumento da Carga Instalada, ou seja, a carga necessária para abastecer todos os equipamentos dentro da indústria em pleno funcionamento aumentou.


A questão de impacto foi que quando a produção de energia da usina entrou em atividade vieram algumas questões à tona: instalaram uma usina fotovoltaica para redução da despesa com energia elétrica e a conta continuava praticamente o mesmo valor!

E então, ficou muito clara a necessidade latente de mensurar qual era o retorno real do investimento que fizeram, e se é que estavam tendo algum retorno. Naquele momento, a empresa não conseguia quantificar a energia que sua usina produzia, o quanto era consumido na planta elétrica e o quanto de energia elétrica estava sendo injetada na rede elétrica (sistema interligado).


Em busca dessas respostas a indústria procurou a Simer Energia e começamos imediatamente com a auditoria para identificar o que estava acontecendo na geração e consumo de energia da empresa. Com a contratação do serviço Energia Injetada Simer instalamos nossa plataforma de auditoria e monitoramento de energia elétrica em tempo real, composta por tecnologia e equipamentos desenvolvidos por nós, segundo diretrizes da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). Foi dessa forma que conseguimos identificar que o aumento da carga instalada foi praticamente proporcional a energia gerada pela usina e que ao invés de abaixar a conta, como era o esperado, a usina estava evitando que ela aumentasse, o que seria o processo natural com o aumento de consumo de energia elétrica da indústria proveniente da sua expansão.


Também foi possível constatar que a usina estava gerando muita energia reativa, e por isso estavam sendo aplicadas multas em decorrência desse problema. A correção do fator de potência foi realizada com agilidade intensificada pelos alertas instantâneos do nosso sistema de monitoramento e as multas foram extintas, preservando a economia da indústria.

A sensação de ter sido passado para trás foi embora, agora a empresa acompanha através da plataforma SIMER, exatamente o quanto gera, consome e injeta na rede elétrica, e ainda pode comparar a fatura que recebe da concessionária com a fatura gerada pela auditoria. Assim fica prático e fácil saber qual a economia gerada em kWh e em reais (R$).


A lição que fica é: você pode ter a melhor estratégia, mas se não houver acompanhamento, auditoria e gestão ela pode se tornar um grande tiro no pé.


28 visualizações0 comentário